Parte do coletivo Soylocoporti

Olhares de (apenas) uma latino-americana

segunda-feira, 28 de abril de 2008

A maldição da José Cadilhe – parte II

,

michele+ +fotos+joseca+1+130 A maldição da José Cadilhe   parte II

Curitiba, bairro Água Verde, rua José Cadilhe. Aparentemente uma rua qualquer. Aparentemente.
As primeiras gravações de A maldição da José Cadilhe – parte II ocorreram neste último fim de semana. O curta, com direção de Guilherme Pau y Biglia, vulgo Beá, é continuação de A maldição da José Cadilhe, filmado há três anos pelos então calouros de Comunicação Social Beá, Foba (Giuliano Batista) e Bruno Reis. Na parte I, Cláudio – interpretado por Roliúde, misteriosamente é levado até a rua e absorvido por ela. Suas vítimas tornam-se seus escravos e soldados. Os desígnios da rua, ninguém conhece. O que se sabe é que se ela te escolher, não tem saída.
Na parte II, Júlia – interpretada por Larissa Jorge, apresenta-se para uma entrevista de emprego. Mas algo não a deixa sair da rua.
Além de Júlia e Cláudio, o curta conta com a participação de Eduardo Amatuzzi como cego e Ciorímau como Mendigo. O roteiro foi escrito pelo saudoso Foba, agora na Irlanda, e a direção de fotografia é de Bruno Reis.

share save 171 16 A maldição da José Cadilhe   parte II
2 comentários em “A maldição da José Cadilhe – parte II”
  1. tah lindo

  2. Obrigada cobra, mas quem é vc? beá?

Deixe um comentário





Blog integrante da rede Soylocoporti