Parte do coletivo Soylocoporti

Olhares de (apenas) uma latino-americana

Arquivo

segunda-feira, 19 de maio de 2014

álbuns instrumentais [indicado especialmente para pessoas chatas]

Eu sou chata. Admito. Qualquer barulho me incomoda quando estou tentando me concentrar. Se você ficar tagarelando do meu lado justamente quando me esforço para entender algo ou busco inspiração, provavelmente me verá com uma cara enrugada, como quem quer apagar o mundo exterior e mergulhar na tela do computador,  numa postura que lembra um velhinho quando está dirigindo – e, pra completar, coloco a mão nos ouvidos sem pudor. Típica atitude de pessoas irritadinhas.

Não era fácil ser eu mesma até eu descobrir os benefícios da música instrumental.

Por solidariedade a indivíduos que tenham o azar de ter um temperamento azedo como o meu – e pra organizar minha desorganizada vida musical -, resolvi fazer essa lista. Hope you enjoy.

 

1. Django Fucking Reinhardt

That’s a oh-so-good gipsy jazz, baby.

 

2. Moacir Santos

Ele que não é um só, é tantos.

 

3. Phillip Glass

Trilha sonora ideal para relaxar os estressadinhos.

 

4. Trilha de Amelie Poulain

Agrada a simplesmente todo mundo. Doce, francesa, profunda e fofa.

 

5. Yousef Lateef

A fina flor do jazz com uma pegada oriental.

 

6. Bixiga 70

Sonzeira brazuca bailante.

 

7. Baoba Stereo Club

Sonzeira brazuca instigante.

 

8. Astor Piazzolla

O rei do tango moderno.

 

9. Quarteto Novo

Brasilidade das boas. Conta com Hermetão, entre outros caras fodas.

 

10. Pedra Branca

Música Transcendental Brasileira.

 

11. Pata de Elefante

Roquenrol.

 

12. Ravi Shankar

Indianicidades.

 

13. Mulatu Astakte

Jazz etíope. Suave. Fluido. Intenso.

 

14. Jazz infinito

Uma fantástica lista de álbuns de jazz: Miles Davis, John Coltrane entre otras cositas más.

 

 

share save 171 16 álbuns instrumentais [indicado especialmente para pessoas chatas]

2 comentários »

Blog integrante da rede Soylocoporti